12,6 milhões de pessoas morrem todo ano devido a ambientes insalubres

Fonte: APA – 21/03/2016

Uma estimativa de 12,6 milhões de mortes todos os anos são atribuíveis a ambientes insalubres, segundo um novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) para o qual foram analisados dados de 2012. Muitas dessas mortes poderiam ter sido evitadas por uma série de medidas.

Os números apresentados em Genebra são parte da segunda edição do relatório, “Preventing disease through healthy environments: a global assessment of the burden of disease from environmental risks” (Prevenindo doenças por meio de ambientes saudáveis: avaliações da carga global de doenças causadas por riscos ambientais), e mostram que desde a primeira publicação há uma década, mortes causadas por doenças que não são de notificação compulsória (não DNC) chegam a alcançar 8,2 milhões dessas mortes. Doenças não DNC como AVC, doenças cardíacas, cânceres e doenças respiratórias chegam a quase dois terços do total de mortes causadas por ambientes insalubres.

Poluição, produtos químicos, mudanças climáticas e radiação UV são responsáveis por mais de 100 doenças; contudo, as mortes por doenças de notificação compulsória estão em declínio graças a água potável de melhor qualidade, medidas sanitárias e devido a melhor cobertura com vacinas, medicamentos e mosquiteiros.

O relatório observa que crianças pequenas e idosos arcam com a maior carga dos riscos ambientais, sendo que crianças com menos de cinco anos e adultos com idade entre 50 e 75 anos são os mais afetados. Infecções do trato respiratório inferior e doenças diarreicas afetam principalmente crianças com menos de cinco anos, enquanto os idosos são mais afetados pelas não DNC.

“Se os países não adotarem medidas para tornar mais saudáveis os ambientes em que as pessoas vivem e trabalham, milhões continuarão a adoecer e morrer jovens demais”, disse a Diretora geral da OMS, Margaret Chan. As mortes de 1,7 milhões de crianças com menos de cinco anos e de 4,9 milhões de adultos poderiam ser evitadas através de uma melhor gestão ambiental – emissões reduzidas de CO2, melhor acesso a água saudável, proibição de fumar, etc.

Em particular, países de renda média e baixa nas regiões do sudoeste asiático e pacífico ocidental apresentaram a maior carga de doenças relacionadas ao ambiente em 2012, com quatro e 3,5 milhões de mortes por anos, respectivamente. Mortes causadas por ambientes insalubres incluem 2,2 milhões na África, 1,5 milhões na Europa e aproximadamente 850 mil nas Américas e Oriente Médio, respectivamente.

Veja também

Entenda a pré-diabete, condição que atinge 40 milh... Fonte: O Estado de S. Paulo – 06/03/2016 Entenda a pré-diabete, condição que atinge 40 milhões de brasileiros Por Anita Efraim A diabete é um...
Hospitais preparam-se para enfrentar as mudanças c... Fonte: Agência O Globo - 27/04/2016 Os gases causadores do efeito estufa estão entre as principais causas de mortes e doenças respiratórias em todo...
A longevidade é boa, mas é um problema Fonte: O Estado de S.Paulo - 23/07 Por: Antonio Penteado Mendonça A longevidade é uma conquista importante do ser humano moderno. Em 70 anos a e...