Exercícios reduzem drasticamente o risco de Alzheimer

Fonte: APA – 16/03/2016

Um novo estudo de longo prazo sugere que exercícios aeróbicos protegem o cérebro contra Alzheimer, melhora o volume cerebral e reduz o risco de doenças. Os achados do estudo foram publicados na revista “Journal of Alzheimer’s Disease”.

Equipes de pesquisa da Universidade de Pittsburgh, Pensilvânia e da Universidade da Califórnia, Los Angeles, estudaram uma coorte de longo prazo de 876 pacientes no estudo de 30 anos sobre saúde cardiovascular. A idade média dos participantes da pesquisa era de 78 anos. Exames de RM e dados sobre consumo de energia de atividades físicas (desde jardinagem até dança e corrida leve), de todos os participantes, estavam disponíveis.

Os resultados da análise mostraram que o aumento da atividade física estava correlacionado a maiores volumes cerebrais nos lobos frontal, temporal e parietal incluindo o hipocampo. Indivíduos que tiveram esse benefício do aumento da sua atividade física, apresentaram uma redução de 50% no risco de desenvolver a doença de Alzheimer.

De aproximadamente 25 por cento da amostra que apresentou comprometimento cognitivo leve associado a Alzheimer, o aumento da atividade física também beneficiou seus volumes cerebrais. Além do mais, os participantes foram capazes de aumentar seus volumes cerebrais por meio de mais atividade física.

“Nossos tratamentos atuais para demência têm eficácia limitada e, portanto, o desenvolvimento de abordagens para prevenir ou retardar estes transtornos é essencial”, disse o autor do estudo James T. Becker. Os autores orientam que, em vez de esperar pela perda da memória, os pacientes devem ser colocados em um programa de exercícios e, então, re-examinados para ver se ocorreu alguma mudança no cérebro.

Veja também

Planos: Gastos com dengue disparam no 1º trimestre... Fonte: Folha de S.Paulo Por Maria Cristina Frias Os gastos com internações por dengue em planos de saúde subiram 72,6% nos três primeiros meses ...
Crescimento das cirurgias bariátricas Fonte: Agência Estado Por: Paula Felix Número de cirurgias bariátricas cresce 6,2% no País Da Redação, com agências As cirurgias de redução d...
EUA vão usar inteligência artificial para criar pl... Fonte: Olhar Digital/Uol - 30/11/2016 Por Leonardo Pereira O governo dos Estados Unidos passará a contar com a ajuda da inteligência artificial ...