Mais de 20 mil ficam sem plano de saúde no ES

Fonte: Folha de Vitória

A atual crise financeira do país fez com que um maior número de capixabas abrisse mão do plano de saúde. De março do ano passado até o fim do primeiro trimestre de 2016, mais de 21 mil pessoas perderam a cobertura dos planos privados e passaram a contar apenas com o Sistema Único de Saúde.

O percentual de pessoas segue o ritmo nacional: no mesmo período aproximadamente 1,37 milhão de brasileiros tiveram de abrir mão de seus planos de saúde, 617 mil somente nos três primeiros meses deste ano, de acordo com dados que estão disponíveis no portal da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Segundo Bruno Autran, um dos sócios da corretora TBI Seguros, o cenário político e econômico atual do país impactam diretamente nesse número. “Mais de 65% dos planos de saúde contratados no Brasil atualmente é empresarial. Com a crise, muitas empresas estão demitindo ou suspendendo os benefícios e o trabalhador, muitas vezes, não consegue manter o plano individualmente”, explicou.

Isso porque, além de caros, os planos de saúde individuais estão cada vez mais raros. Ao contrário dos planos coletivos, que tem seu valor negociado anualmente entre operadoras e contratantes, o reajuste dos planos individuais é controlado pelo governo. Isso significa que o reajuste não pode ser realizado levando em conta os gastos dos participantes.

No Estado, de acordo com a avaliação de Bruno, a situação ainda é mais complicada devido ao grande número de operadoras ligadas a sindicatos. “Esse tipo de planos, que geralmente são básicos e custam menos, não oferecem a possibilidade ao trabalhador de manter o serviço depois do desligamento da empresa”, sinalizou Autran.

Veja também

Planos de saúde: valem o quanto custam? Fonte: O Globo - 06/03/2016 Ferramenta mostra, em tempo real, desembolso do setor. Especialistas veem estratégia para aumento Hoje, ao meio-dia,...
O dilema da chamada judicialização da saúde Fonte: Folha de S.Paulo – 30/09/2016 Por Hélio Schwartsman Existem situações em que o administrador público sempre perde. O caso clássico é o do beb...
Judicialização na saúde suplementar Fonte: DCI - 01/04/2016 Esse cenário não é interessante para ninguém. Esse é um fenômeno que deve ser superado Pedro Ramos* A economia é a ci...