Pedalar estimula a atenção e também promove o convívio social

Fonte: Bem Estar – 12/09/2016

Os benefícios de andar de bicicleta não são apenas físicos. Michelle Loreto conta o que aprendeu tentando pedalar pela primeira vez.

Nunca é tarde para aprender a andar de bicicleta. Será que pedalar funciona também para quem tem doenças reumáticas? O reumatologista Fabio Jennings fala sobre o assunto no Bem Estar desta segunda-feira (12). O educador físico Mauro Guiselini também participa do programa para comentar sobre os benefícios de andar de bike.

Pedalar envolve força nas pernas, equilíbrio e estabilidade. Aprender a pedalar ainda na infância faz com que a criança adquira autonomia, mantenha o corpo em movimento, desenvolva a coordenação motora e o equilíbrio.

Os benefícios não são apenas físicos. Pedalar estimula a atenção, a disciplina, a concentração e integra os amigos, gerando convívio social. Pedalar não é instintivo, é um aprendizado, por isso é importante o estímulo correto, que inclui a escolha da bicicleta, o ajuste do banco e das rodinhas traseiras.

O sistema nervoso tem como principal característica a capacidade de reter informações nos neurônios e na rede que eles formam. No caso das atividades motoras, quem comanda os movimentos é o cerebelo, parte do encéfalo responsável pela coordenação motora e pelo equilíbrio, que fica na região da nuca, logo acima do pescoço.

Para sair do sedentarismo com a ajuda da bicicleta, é importante pedalar pelo menos durante 30 minutos, na intensidade leve, no mínimo 3 vezes por semana. As pernas podem doer no início, mas é normal porque o exercício tem impacto localizado. Por ser uma atividade aeróbica, ela promove um aumento na produção das beta endorfinas, que aumentam a sensação de alegria/prazer, além de melhorar o controle da pressão arterial e controlar a glicemia.

Veja também

A categoria de saúde é a terceira quem mais cresce... Fonte: Saúde Business - 30/03/2016 Por Débora Manzano O site FLOAT Learning veiculou um infográfico com algumas informações bastante pertinentes...
Fumar na gravidez aumenta risco de esquizofrenia n... Fonte: O Estado de S. Paulo - 25/05/2016 Por Joel Rennó* A exposição pré-natal à nicotina pode estar associada com um risco aumentado de esquizo...
Operadoras reagem contra projeto que altera lei qu... Fonte: Jornal Nacional - 24/10/2017 A atividade dos planos de saúde é baseada no mutualismo, ou seja, é um pacto intergeracional onde os mais joven...

Deixe uma resposta