Plano de saúde: terceiro maior desejo dos brasileiros

Fonte: Segs

Os brasileiros estão diminuindo gastos e cortando custos por conta da crise econômica no País, mas quando o assunto é saúde, o quadro é diferente. De acordo com uma pesquisa recente realizada pelo Ibope Inteligência, os planos de saúde foram apontados como o terceiro maior desejo da população, ficando atrás apenas dos itens “educação” e “casa própria”.

De acordo com a análise, a nota média dada aos planos de saúde foi de 3,9 em uma escala de 0 a 5, e 75% dos entrevistados dizem estar “satisfeitos” ou “muito satisfeitos” com os serviços prestados por seus planos ou seguro de saúde.

Mas quando é hora de mudar? O que levar em conta na hora de renovar o plano de saúde? Ou como diminuir taxas e custos na contratação? Para Marcelo Alves, CEO da Célebre Corretora de saúde, a hora de mudar é quando o plano de saúde atual não atender suas necessidades. “Quando o plano estiver muito desatualizado, já com poucos credenciados conhecidos prestando atendimento ou quando sua necessidade financeira assim exigir, é melhor trocá-lo por um de menor abrangência ou com menor rede hospitalar do que correr o risco de perder o mesmo por falta de pagamento”, aconselha o executivo.

Nos casos de plano empresarial ou PME, Alves recomenda que dois a três meses antes do reajuste anual a empresa faça um levantamento de custos dos planos comercializados, levando em consideração a rede hospitalar, médica e laboratorial, além da situação financeira das operadoras. “Muitas vezes os reajustes recebidos na operadora de origem fazem com que o preço do plano seja muito superior aos comercializados atualmente”, diz ele. “Vale lembrar que para todo plano PME ou Empresarial hoje é exigido, por lei, que o cancelamento seja efetuado com 60 dias de antecedência, por isso é sempre bom contar com um corretor que também oriente ou auxilie o cliente nesta transição, para que o mesmo não fique sem cobertura e nem tampouco venha a ter que arcar com pagamento em duplicidade no mesmo mês do plano antigo e do plano novo”, complementa.

Veja também

São Paulo vai fazer PPP para central de diagnóstic... Fonte: Folha de S. Paulo - 16/08/2017 Por Maria Cristina Frias O governo de São Paulo pretende passar a execução de parte dos exames médicos par...
A saúde das empresas está no CTI Fonte: JC Online Por Francisco Balestrin e Paulo Sardinha Um dos itens mais corriqueiros dos pacotes de benefícios oferecidos pelas companhias –...
Criador da ‘pílula do câncer’ rebate resultados ne... Fonte: O Estado de S. Paulo - 24/03/2016 Por Gabriel Alves O professor aposentado de química da USP Gilberto Chierice, o “pai” da fosfoetanolami...