São Paulo vai fazer PPP para central de diagnósticos

Fonte: Folha de S. Paulo – 16/08/2017

Por Maria Cristina Frias

O governo de São Paulo pretende passar a execução de parte dos exames médicos para a iniciativa privada por meio de uma PPP (Parceria Público-Privada), cujo chamamento está em aberto.

Será um contrato de R$ 356 milhões, nas estimativas da Secretaria da Saúde. “Não está definido o tempo de vigência, mas deverão ser 20 anos”, diz o secretário David Uip.

A ideia é centralizar um serviço que é prestado de forma pulverizada e, desse jeito, economizar dinheiro.

A empresa que firmar a PPP terá que montar um centro que receberá exames feitos pela rede no Estado inteiro. Médicos da companhia farão diagnósticos com base em imagens e enviarão resultados de volta para a ponta.

Será preciso ter sistemas para dar pareceres regulares e urgentes, afirma Uip.

“Nesse centro, pode haver especialistas em ressonância de cérebro, por exemplo, cuja presença em hospitais não faz muito sentido porque a demanda por unidade é baixa.”

Além disso, a empresa vai precisar substituir equipamentos e adequar a tecnologia de informação para recebimento e envio dos exames.

Ainda não se estabeleceu a forma da remuneração: “Depois do chamamento público vamos estabelecer quais serão os critérios da parceria”. Tampouco se sabe se há empresas capacitadas.

Veja também

Erros médicos são 3ª maior causa de morte nos EUA,... Fonte: G1 - 04/05/2016 Mortes por erro humanos não são contabilizadas nas estatísticas oficiais. Mais de 250 mil óbitos por ano são atribuídos a er...
Médicos do SUS são denunciados por cobrarem de pac... Fonte: Hora 1 - 17/11/2016 Mais de 10 pessoas disseram à polícia que pagaram por cirurgias.”Não trabalho de graça nem para a minha mãe” teria dito ...
Relatório da OMS sobre stress no trabalho This report aims at presenting trends on work-related stress in both developed and developing countries with a view to raising awareness of the magnit...

Deixe uma resposta