São Paulo vai fazer PPP para central de diagnósticos

Fonte: Folha de S. Paulo – 16/08/2017

Por Maria Cristina Frias

O governo de São Paulo pretende passar a execução de parte dos exames médicos para a iniciativa privada por meio de uma PPP (Parceria Público-Privada), cujo chamamento está em aberto.

Será um contrato de R$ 356 milhões, nas estimativas da Secretaria da Saúde. “Não está definido o tempo de vigência, mas deverão ser 20 anos”, diz o secretário David Uip.

A ideia é centralizar um serviço que é prestado de forma pulverizada e, desse jeito, economizar dinheiro.

A empresa que firmar a PPP terá que montar um centro que receberá exames feitos pela rede no Estado inteiro. Médicos da companhia farão diagnósticos com base em imagens e enviarão resultados de volta para a ponta.

Será preciso ter sistemas para dar pareceres regulares e urgentes, afirma Uip.

“Nesse centro, pode haver especialistas em ressonância de cérebro, por exemplo, cuja presença em hospitais não faz muito sentido porque a demanda por unidade é baixa.”

Além disso, a empresa vai precisar substituir equipamentos e adequar a tecnologia de informação para recebimento e envio dos exames.

Ainda não se estabeleceu a forma da remuneração: “Depois do chamamento público vamos estabelecer quais serão os critérios da parceria”. Tampouco se sabe se há empresas capacitadas.

Veja também

12,6 milhões de pessoas morrem todo ano devido a a... Fonte: APA - 21/03/2016 Uma estimativa de 12,6 milhões de mortes todos os anos são atribuíveis a ambientes insalubres, segundo um novo relatório da...
Apenas 14% das empresas possuem gestão em saúde Fonte: Extra Gastos crescentes em saúde continuam preocupando as organizações em todo o mundo. A Aon – consultoria e corretora de seguros –realizou...
Remédios mais baratos Fonte: Revista Exame – 02/03/2016 Por Gian Kojikovski Entre 1990 e 2004, o aumento das despesas anuais com medicamentos nos países ricos foi sup...

Deixe uma resposta