Setor de saúde atrai interesse de fundos

Fonte: O Estado de S. Paulo – 15/04/2016

O setor de saúde tem sido, no atual cenário macroeconômico, um dos mercados que ainda atraem o olhar de investidores estrangeiros para o Brasil, na avaliação de gestores dos fundos Kinea, que pertence ao Itaú, e do Squadra Invest.

De acordo com Cristiano Lauretti, responsável pela área de private equity (que compra participação em empresas) do Kinea, o fundo tem trabalhado em uma captação com investidores estrangeiros e o interesse em aportes em saúde tem sido notável.

“Mesmo que os investidores se interessem por vários outros setores, saúde acaba atraindo mais atenção e eles nos pedem para mais oportunidades”.O Kinea investe no grupo Delfin, de diagnósticos, que recentemente iniciou um processo de fusão com outra rede de laboratórios, a Alliar, do fundo Pátria.

Para Eduardo Ferreira, do Squadra Invest, a tendência de envelhecimento da população brasileira justifica as expectativas de crescimento para o setor no longo prazo. Lauretti destaca ainda oportunidades no setor de educação, no qual o fundo voltou a investir ao negociar a compra da Uninter, rede de ensino a distância.

Antes disso, havia apostado no Grupo Multi, vendido mais tarde para a britânica Pearson.

Veja também

O dilema da chamada judicialização da saúde Fonte: Folha de S.Paulo – 30/09/2016 Por Hélio Schwartsman Existem situações em que o administrador público sempre perde. O caso clássico é o do beb...
O consumo muda na crise Fonte: Exame – 13/04/2016 Por TIAGO LETHBRIDGE – tlethbridge@abril.com.br | Com reportagem de Giuliana Napolitano e Maria Luíza Filgueiras A pro...
Cidade para os mais velhos Fonte: Folha de S.Paulo Por: Claudio BErnardes O envelhecimento da população mundial é fato. O fenômeno é subproduto da transição demográfica qu...