Tratamento em dor na lombar

Comum, dor lombar é tratada de forma ineficaz, diz novo estudo

No Brasil, 70% dos médicos pedem exames de imagem na 1ª consulta, o que pouco agrega a possíveis recomendações

Todos os anos, cerca de 540 milhões de pessoas sentem, ao menos em algum momento, dores na região lombar. A condição limita a vida de 7,3% da população mundial.

Uma série de artigos publicada nesta quarta-feira (21) na revista Lancet fornece um panorama de como a dor é sentida e tratada.

Destaca-se a conduta incorreta —carente de eficácia demonstrada cientificamente— de boa parte dos casos que chegam aos médicos. No Brasil, por exemplo, 70% dos médicos reumatologistas solicitam exames de imagem logo na primeira consulta.

Poucas vezes, porém, há o que fazer com a informação desses testes. O recomendado para a maior parte dos casos, dizem os autores da série, seria apenas advertir os pacientes para se manterem ativos, a realizarem educação postural e, especialmente para casos crônicos, praticarem exercícios.

Nenhuma droga é recomendada como primeira linha de tratamento para a condição.

Fonte: Folha de S. Paulo – 22/03/2018

Veja também

Como o mercado pode diminuir a fila de transplante... Fonte: Folha de S. Paulo - 04/04/2017 A vida de pacientes com doença renal crônica no Brasil não é nada fácil. Exige seguidas sessões de diálise, c...
OMS recomenda o uso de preservativos por 6 semanas... Fonte: O Estado de S. Paulo - 10/05/2016 Entidade fez alerta a estrangeiros depois de perceber que risco de contágio por relações sexuais é maior d...
OMS diz que não há provas de eficácia da ‘pílula d... Fonte: O Estado de S. Paulo - 23/03/2016 Apesar da aprovação da lei no Senado, entidade não recomenda o uso da fosfoetanolamina; Anvisa não reconhe...

Deixe uma resposta